29 de ago de 2012

Toyota finalmente consegue empolgar no design com o Auris

O Auris é equivalente a um hatch do Corolla. (Toyota/Divulgação)
Dizem que se aprende com o erro, e parece que a Toyota está seguindo esta cartilha. A montadora japonesa já tinha percebido que seus carros estavam um pouco ultrapassados no design e, em abril, o próprio presidente disse que daria mais liberdade aos funcionários para criar carros mais ousados.

O problema foi na hora de mostrar um novo Corolla japonês, totalmente ultrapassado e bem feio, claramente um retrocesso. Porém, as primeiras imagens do novo Auris mostram que o caminho voltou a ser aquele que deu origem ao Avalon 2013, bem mais atraente.

A traseira também tem um quê de Mitsubishi. (Toyota)
Como em poucas vezes (no caso da marca), antes de você dizer “que carro sem sal”, você para e analisa o design e, finalmente, é possível sentir certo entusiasmo com as linhas de um Toyota, até gostar dele. Quando um Auris ou um Avalon passarem na rua (talvez quando você fizer uma viagem à Europa ou aos EUA), dará vontade de virar o pescoço e vê-los, e não simplesmente pensar que é apenas mais um carro comum passando pelo seu lado.

Apesar de manter, lá no fundo, o ar de Toyota (o que passa o positivo ar de identidade visual), o design dos modelos está mais invocado e vincado, com linhas modernas. É como se fosse uma mistura de New Civic (o antigo) com os carros em escultura fluída da Hyundai, ambos que caíram no gosto do público. Além disso, tudo está mais redondo e menos reto, mais de acordo com as propostas de design dessa década.
Este é o interior do Auris, que segue a mesma linha do Avalon. (Toyota/Divulgação)
Mas não foi apenas o design exterior que melhorou, o interior também ganhou vida nova. Com materiais de qualidade, a nova remessa foge do padrão conservador do qual estamos acostumados com o Corolla.

Se compararmos o painel do sedã vendido no Brasil com o do concorrente Civic, o segundo dá um banho no Toyota (imagine então se estendermos a briga aos sul-coreanos), mas se o Civic enfrentasse os novos modelos da Toyota, poderia muito bem sair com uma inesperada derrota.

O que importa é que os japoneses parecem ter acordado para vida, mas os resultados da feiura de alguns Toyota ainda serão colocados em cheque, como com o Etios, no Brasil. O modelo deverá obter sucesso, mas os japoneses devem olhar para o HB20 e comparar: se tivessem apostado em design, o resultado seria ainda melhor? Talvez, eles já tenham feito essa mesma pergunta em alguns outros mercados e, por isso, nós temos Auris e Avalon para tirar a imagem de careta da marca. 
Avalon é um sedã grande americano muito mais atraente do que alguns Toyota que rodam o mundo. (Toyota)

[Toyota/Divulgação, Jornal do Carro]


Montadoras

FIAT (118) CHEVROLET (103) VOLKSWAGEN (92) FORD (63) HYUNDAI (60) KIA (47) NISSAN (47) RENAULT (47) GRUPO FIAT (44) TOYOTA (44) HONDA (41) DODGE (34) CHRYSLER (33) GM (33) PEUGEOT (29) FIAT-CHRYSLER (25) JAC (24) ALFA ROMEO (23) CITROËN (22) LAMBORGHINI (16) FERRARI (15) GRUPO CHRYSLER (14) JEEP (14) CHERY (13) HYUNDAI - KIA (12) PSA (12) MASERATI (11) GRUPO VW (10) RENAULT-NISSAN (10) MERCEDES-BENZ (9) AUDI (7) BMW (6) VOLVO (5) LIFAN (4) OPEL (4) ROSSIN-BERTIN (Vorax) (4) SUZUKI (4) ABARTH (3) MITSUBISHI (3) RAM (3) SAAB (3) ASTON MARTIN (2) BMW-i (2) CADILLAC (2) LANCIA (2) LAND ROVER (2) MG (2) PORSCHE (2) TATA (2) GEELY (1) LINCOLN (1) MAHINDRA (1) MAZDA (1) MINI (1) PAGANI (1) SMART (1)