21 de set de 2012

Ford aposta na admirável tecnologia EcoBoost para compensar demora em seus lançamentos

Motor EcoBoost 1.0 no Focus europeu. (Reprodução de Carro Online)

A Ford brasileira, pela primeira vez, tocou no assunto EcoBoost. O nome diz respeito a uma família de motores, com a tal tecnologia, que são super-conceituados por onde passam. Isso se deve ao fato de ter alta eficiência e render boas marcas em áreas como potência e torque: uma verdadeira maravilha do mundo moderno. É uma pena, porém, que a tecnologia EcoBoost demore tanto tempo para chegar ao mercado brasileiro como os novos EcoSport e Ranger e algumas outras novidades da marca.

O assunto já foi discutido aqui no FVC. Ultimamente, a marca está "dormindo no ponto" aqui no Brasil: os motores EcoBoost representam exatamente isso. Lá na Europa, o novo EcoSport usará um motor com essa tecnologia, por que não aproveitar e lançá-lo com o tal motor por aqui? Não... vamos utilizar o Sigma (que é moderno, é verdade, mas inferior ao EcoBoost 1.0) e reaproveitar o velho Duratec 2.0 em outras versões.

O brasileiro sabe que, das quatro grandes, muitas vezes a Ford é a que se sai melhor em seus projetos: Focus, Ranger e Novo EcoSport são exemplos a se seguir em seus seguimentos, mas a demora incomoda com absoluta certeza. Também já poderíamos ter o Novo Focus por aqui.

Mas os tais motores valem tudo isso? Sim. A versão 1.0 é um sucesso de vendas (responde por um quarto no caso do Focus europeu) e o motor também foi eleito o Motor do Ano (International Engine Of The Year), tirando o atraso de 13 anos da Ford na premiação, e ainda levando mais dois prêmios em outras duas categorias. 
Fusion deve ser o primeiro modelo, em sua nova geração, a contar com o EcoBoost em sua versão 2.0 no Brasil. (Ford)


Também, pudera: com 100 ou 125 cv, (a média dos tradicionais 1.0 é de 70 cv no Brasil), o propulsor é equipado com turbo e pesa apenas 95 kg, mais leve que seus concorrentes comuns. Além disso, promete consumo na casa dos 20 km/l, uma marca relativamente longe dos brasileiros e próxima apenas de motores a diesel. 

A revista Quatro Rodas já testou o Ford Focus 1.0 EcoBoost na Europa, e diz que o hatch médio anda mais que 1.6 e dá lição de eficiência: "mais desempenho com menor consumo, mantendo a dirigibilidade exemplar de um Focus e pagando menos...". Este último item, aliás, também poderia beneficiar os brasileiros, já que a taxação de impostos é menor para motores dessa cilindrada.


De renegado à estrela: a ascensão do EcoBoost no Brasil

A versão apresentada aos brasileiros foi a 2.0, no 2º Workshop Ford de Tecnologia, em São Paulo. Podendo ser 20% mais econômico e chegando a reduzir em até 15% as emissões de CO2, a tecnologia combina injeção direta de combustível, turbo de baixa inércia e duplo comando independente de válvulas variável para funcionar. No caso dessa versão apresentada, a ideia é gerar um motor com todas essas qualidades só que menor e com potência equivalente ao de um 3.5 V6 convencional.

Segundo a Autoesporte, o New Fiesta nacional (que você poder ver aqui na Start&Stop) deverá ser equipado com o EcoBoost, assim como o Novo Ka. Agora, só falta a marca se mexer para ser mais rápida com suas novidades, e botá-las logo no mercado, incluindo aí o motor EcoBoost que, por muito tempo, diziam que não seria comercializado no Brasil (a linha de montagem europeia desses motores custou 134 milhões de euros).

A estreia porém, dos 34,69 mkgf de torque e 240 cv da versão 2.0, deverá ser no Novo Fusion (que será apresentado no Salão), já que Volker Haumann, gerente de motores da Ford América do Sul, disse que o modelo equipado deverá ser de grande porte. O objetivo da Ford é que, até 2013, 90% da sua linha seja equipada com a família EcoBoost.

Talvez, como Renault, Hyundai e Toyota cobiçam o quarto lugar em vendas do nosso mercado, a marca tenha pensado melhor em não trazer os modernos motores. Com a mudança de ideia, fez muito bem, e já representa um grande passo para acabar com a lentidão que vem rondando a Ford brasileira ultimamente.

[Ford, Autoesporte, Quatro Rodas, MotorDream, iCarros, Carro Online]

Montadoras

FIAT (118) CHEVROLET (103) VOLKSWAGEN (92) FORD (63) HYUNDAI (60) KIA (47) NISSAN (47) RENAULT (47) GRUPO FIAT (44) TOYOTA (44) HONDA (41) DODGE (34) CHRYSLER (33) GM (33) PEUGEOT (29) FIAT-CHRYSLER (25) JAC (24) ALFA ROMEO (23) CITROËN (22) LAMBORGHINI (16) FERRARI (15) GRUPO CHRYSLER (14) JEEP (14) CHERY (13) HYUNDAI - KIA (12) PSA (12) MASERATI (11) GRUPO VW (10) RENAULT-NISSAN (10) MERCEDES-BENZ (9) AUDI (7) BMW (6) VOLVO (5) LIFAN (4) OPEL (4) ROSSIN-BERTIN (Vorax) (4) SUZUKI (4) ABARTH (3) MITSUBISHI (3) RAM (3) SAAB (3) ASTON MARTIN (2) BMW-i (2) CADILLAC (2) LANCIA (2) LAND ROVER (2) MG (2) PORSCHE (2) TATA (2) GEELY (1) LINCOLN (1) MAHINDRA (1) MAZDA (1) MINI (1) PAGANI (1) SMART (1)