16 de jun de 2011

Nova Ranger é mostrada pela Ford: modernidade para voltar aos velhos tempos!


Finalmente a Ranger ganha uma nova geração. Depois de ser por um bom tempo a Courier do segmento de picapes médias (junto com a Chevrolet S10), uma versão totalmente nova chega no ano que vem, e o melhor: será global. A Ford apresentou o modelo um pouco antes da abertura do Salão de Buenos Aires (que começa nesta sexta), onde a picape será exposta.

A partir de agora, a picape será vendida praticamente em todo o mundo sem muitas mudanças. Isso é muito bom e significa que o Brasil não será tratado diferente, com inferioridade. Até que enfim a montadora aprendeu isso, um dos fatores foi a chegada de concorrentes de peso, que têm a atualização com outros países como um trunfo no segmento, exemplos de Amarok, Hilux, Frontier e L200, arma que a Nova S10 também deve adotar.




Quanto ao modelo, apesar de o design ser conservador e típico de picapes, é muito bonita. Só tem uma coisa: ela não parece se encaixar na política do "Kinetic", adotada pela montadora em seus novos veículos, não que isso seja problema. Em compensação, as três barras cromadas na grade estão lá, assim como no Fusion e em outros Fords.


A picape ficou maior e mais robusta, para agradar à gregos e troianos. Também deixará de ser tão simples, com bastantes itens de conforto, como bluetooth com controle de voz e conexão para iPod e MP3, além de vinte porta-objetos, porta-luvas que pode abrigar um laptop e console central que deixa você guardar seis latas.


Não é só em itens de conforto que a Nova Ranger é bem equipada: estão presentes airbags frontais, laterais e cortina, ABS, assistente de frenagem de emergência, controles eletrônicos de estabilidade, tração e de carga adaptativo e sensor anticapotamento.


O presidente da Ford Argentina dá uma notícia animadora para os brasileiros interessados: “Podemos confirmar que a fábrica de Pacheco, na Argentina, que produz o modelo atual da Ranger, já está preparando as instalações para a futura incorporação do novo produto ao seu portfólio em 2012, como parte dos investimentos de US$ 250 milhões que estão sendo aplicados na planta",  Enrique Alemañy disse. Apenas três fábricas no mundo produzirão o modelo.


Mas não divulgou mais detalhes quanto à versões e preços. Sabe-se que o conceito mostrada, cabine dupla, vem com motor Duratorq TDCi 2.2 diesel, de 127 cv e 33,6 mkgf de torque. O câmbio, por enquanto, é um manual de seis marchas, mas já foi falado de um automático, com trocas no volante também de seis velocidades. As opções de tração podem ser 4x2 ou 4x4, escolhidas em um botão no painel.


A Ranger deixou de ser essa Ranger apagada que estava por aí, e voltou a ser aquela Ranger de antigamente, mas com uma coisa melhor ainda: modernidade. Será que ela volta ao tempo áureo nessa nova geração?





Nova Ranger




Montadoras

FIAT (118) CHEVROLET (103) VOLKSWAGEN (92) FORD (63) HYUNDAI (60) KIA (47) NISSAN (47) RENAULT (47) GRUPO FIAT (44) TOYOTA (44) HONDA (41) DODGE (34) CHRYSLER (33) GM (33) PEUGEOT (29) FIAT-CHRYSLER (25) JAC (24) ALFA ROMEO (23) CITROËN (22) LAMBORGHINI (16) FERRARI (15) GRUPO CHRYSLER (14) JEEP (14) CHERY (13) HYUNDAI - KIA (12) PSA (12) MASERATI (11) GRUPO VW (10) RENAULT-NISSAN (10) MERCEDES-BENZ (9) AUDI (7) BMW (6) VOLVO (5) LIFAN (4) OPEL (4) ROSSIN-BERTIN (Vorax) (4) SUZUKI (4) ABARTH (3) MITSUBISHI (3) RAM (3) SAAB (3) ASTON MARTIN (2) BMW-i (2) CADILLAC (2) LANCIA (2) LAND ROVER (2) MG (2) PORSCHE (2) TATA (2) GEELY (1) LINCOLN (1) MAHINDRA (1) MAZDA (1) MINI (1) PAGANI (1) SMART (1)