27 de jul de 2011

Maserati anuncia novidades que não vão agradar à todos


Se você é fã -- purista -- da Maserati, é melhor se preparar: a marca, através de seu CEO, já avisou que está preparando sedãs "baseados" em Chryslers e um SUV também. Mas se acalme antes de continuar a ler esta notícia...
Maserati é famosa por seus esportivos
Como consolação, podemos pensar no Cayenne, da concorrente Porsche. O modelo foi duramente criticado durante TODA sua gestação e boa parte de seus primeiros meses de vida. Mas vende, sem dúvida, igual água. Mesmo sendo diferente, respeitou a identidade da Porsche, e hoje, já não é mais esquisito perante os olhos dos fãs, pelo contrário, se tornou um símbolo. Afinal, por que você acha que a Maserati escolheu seguir esse caminho?

O SUV é a grande aposta da marca, ou você acha que as vendas crescerem mais que o dobro será só coincidência? É isso mesmo: a marca, em 2010, vendeu 5.675 veículos, número que irá mais que triplicar se a meta de 50.000 veículos for atingida.

O SUV não tem mais detalhes descobertos ainda, apenas que deve ser fabricado na mesma planta que produz o Jeep Grand Cherokee.

Este é o Quattroporte S atual

Este é o Dodge Avenger...
A Maserati ainda deve renovar a sua linha de sedãs Quattroporte, com a ajuda de ninguém mais, ninguém menos, que a menina dos olhos de Sergio Marchionne (o chefão), a Chrysler. Segundo executivos, os sedãs devem herdar partes norte-americanas, mas só onde não é visível aos consumidores. As simples trocas de logotipo não iriam acontecer aqui, ainda bem! Lembrando que a Volkswagen já faz isso, com a Bentley.

As tecnologias de sedãs de luxo do grupo americano, como 300 e Dodge Avenger, devem ser usadas nesses novos sedãs da italiana.

... e este é o Chrysler 300.

As decisões podem não agradar à todos, mas quem irá se preocupar mesmo é a concorrência, porque se a Fiat conseguir bater as metas as vendas crescerão bastante. E Marchionne tem motivos para gostar tanto de sua nova aquisição: o Grupo Fiat acaba de anunciar aumento nos lucros depois da chegada da Chrysler.


A Fiat está se deixando influenciar cada vez mais pelos americanos, a grande dúvida é: até que ponto isso é bom e até que ponto isso é ruim?

_____________________________________________________________________________________

Montadoras

FIAT (118) CHEVROLET (103) VOLKSWAGEN (92) FORD (63) HYUNDAI (60) KIA (47) NISSAN (47) RENAULT (47) GRUPO FIAT (44) TOYOTA (44) HONDA (41) DODGE (34) CHRYSLER (33) GM (33) PEUGEOT (29) FIAT-CHRYSLER (25) JAC (24) ALFA ROMEO (23) CITROËN (22) LAMBORGHINI (16) FERRARI (15) GRUPO CHRYSLER (14) JEEP (14) CHERY (13) HYUNDAI - KIA (12) PSA (12) MASERATI (11) GRUPO VW (10) RENAULT-NISSAN (10) MERCEDES-BENZ (9) AUDI (7) BMW (6) VOLVO (5) LIFAN (4) OPEL (4) ROSSIN-BERTIN (Vorax) (4) SUZUKI (4) ABARTH (3) MITSUBISHI (3) RAM (3) SAAB (3) ASTON MARTIN (2) BMW-i (2) CADILLAC (2) LANCIA (2) LAND ROVER (2) MG (2) PORSCHE (2) TATA (2) GEELY (1) LINCOLN (1) MAHINDRA (1) MAZDA (1) MINI (1) PAGANI (1) SMART (1)