9 de ago de 2011

Alfa melhora nas vendas, mas não confirma volta à países [ATUALIZADO]

O novo hatch médio Giulietta, eleito carro mais seguro da Europa, é um dos grandes responsáveis pela alta nas vendas.

Depois de muito tempo tendo prejuízo e baixas vendas (em 2010 foram só 112 mil esportivos vendidos), a Alfa Romeo conseguiu aumentar suas vendas, com um aumento de 34,7% em julho (em relação a 2010), graças a incentivos, como garantia de três anos sem limite de quilometragem e bons preços. Mas a boa notícia não confirma a volta da montadora à países como Estados Unidos ou Brasil.

Como prometido por Sergio Marchionne, o CEO do Fiat Group, a marca realmente iria voltar aos dois países citados até 2014. Mas a previsão mudou no mês passado. As voltas foram barradas, assim como outras decisões. O chefe, por exemplo, não gostou do desenho do novo sedã médio Giulia, atrasando o projeto.

O compacto MiTo, baseado no Fiat 500, também vende bastante.
Uma decisão pode até ter a ver com a outra, já que o mercado americano parece ser perfeito para o novo sedã. Apesar disso, Marchionne tem (ou tinha) o plano de vender 500 mil Alfa Romeo por ano, meta que parece ser impossível se compararmos com os números do ano passado. E desses 500 mil, 17% das vendas estariam na América do Norte, ou seja, há uma esperança aí.

Teaser do 4C. Saiba mais.
Essa esperança pode ser o esportivo 4C, que será apresentado no Salão de Frankfurt (em setembro) e poderia ser vendido em uma série limitadíssima por lá.

Mas se as notícias não são boas nem para o todo-poderoso país número um do mundo, para o Brasil então... Nem sequer uma nova previsão ou confirmação de que a marca voltará. A dúvida é: compramos carros de luxo SIM, tanto é que o Brasil é investimento de várias marcas, como a BMW, que pode ter sua fábrica aqui, e até mesmo marcas do Grupo Fiat, como a Ferrari. Não é por que a Fiat não consegue vender médios que a Alfa também não conseguirá; então, qual o motivo de não trazer a montadora? Vendas a mais não serão problemas, ainda mais quando se está crise.

Quando a Alfa poderá voltar ao Brasil? Essa é a grande questão.


Atualização (09 de Agosto - 19:10)


A Alfa Romeo realmente confirmou a sua volta aos EUA com o novo 4C, segundo o site MotorDream. O modelo já deve ser lançado no ano que vem como série especial mesmo. Depois, em 2013, deverá vir um hatch compacto de cinco portas (baseado no MiTo), o Giulia (sedã médio) e um crossover compacto. Em seguida, deve ser lançado um cupê conversível com plataforma da Chrysler.


Infelizmente, nada sobre o Brasil foi divulgado. 
___________________________________________________________________________________________________________________

Montadoras

FIAT (118) CHEVROLET (103) VOLKSWAGEN (92) FORD (63) HYUNDAI (60) KIA (47) NISSAN (47) RENAULT (47) GRUPO FIAT (44) TOYOTA (44) HONDA (41) DODGE (34) CHRYSLER (33) GM (33) PEUGEOT (29) FIAT-CHRYSLER (25) JAC (24) ALFA ROMEO (23) CITROËN (22) LAMBORGHINI (16) FERRARI (15) GRUPO CHRYSLER (14) JEEP (14) CHERY (13) HYUNDAI - KIA (12) PSA (12) MASERATI (11) GRUPO VW (10) RENAULT-NISSAN (10) MERCEDES-BENZ (9) AUDI (7) BMW (6) VOLVO (5) LIFAN (4) OPEL (4) ROSSIN-BERTIN (Vorax) (4) SUZUKI (4) ABARTH (3) MITSUBISHI (3) RAM (3) SAAB (3) ASTON MARTIN (2) BMW-i (2) CADILLAC (2) LANCIA (2) LAND ROVER (2) MG (2) PORSCHE (2) TATA (2) GEELY (1) LINCOLN (1) MAHINDRA (1) MAZDA (1) MINI (1) PAGANI (1) SMART (1)