24 de ago de 2011

"Novo" Fiat 500 é lançado e mostra potencial que não tinha sido apresentado aos brasileiros da primeira vez


O Fiat 500 (Cinquecento) tem uma história de sucesso, tanto em sua versão original como agora, é verdade. Mas no Brasil o sucesso não se repetiu. Encontrar um desses carrinhos charmosos? Só empoeirados nos pátios da marca... Agora, o modelo recebe uma segunda chance e quer ser sucesso em outras faixas do mercado também. Mas o que mudou para ele conseguir isso?


Mudanças visuais foram quase nulas, salva-se retoques nos para-choques. Equipamentos nunca foi problema para o carro, completo até demais. Motor e câmbio? Talvez. Mas a propaganda foi um ponto fraco com certeza.

O 500 chegou sem ninguém saber. A Fiat produz excelentes compactos e faz excelente propagandas para eles. Já quando se trata de modelos mais caros... a coisa fica difícil, e olha que é aí que a montadora precisa acertar. O Cinquecento parecia ser o modelo ideal para isso, já que unia os dois mundos. Mas a propaganda foi fraca, até parecia que se tratava de um "modelo-teste", se fizer sucesso, fez.


Bastou o 500 se americanizar (sim, ele é feito no México, mas para a Fiat parece que isso nem conta e que o carrinho é americano) para tudo mudar. No lançamento de ontem, o carro parecia ser tão importante quanto o novo Uno. A propaganda será em peso, com direito a ator de Hollywood, Dustin Hoffman, e diretor Fernando Meirelles. O carro foi (re)lançado com outro foco: o de ser sucesso e vender bem.

"Um carro não precisa ser grande para ser um carrão". A campanha apostará nos itens de série do carrinho. A Fiat usou um Chrysler 300C para comparar, usando esse conceito, uma coisa -- no mínimo -- irônica. A montadora está mais agressiva, usou até nomes de outras montadoras. Segundo a marca, o brasileiro (e o americano) não vê que um compacto pode ser um carrão, há um "preconceito". Concordo.


O 500 é completo: direção elétrica, airbag duplo, freios com ABS, EBD, ESP, Hill Holder, ESS (sinalização de frenagem de emergência), ASR, ar-condicionado, computador de bordo, My Car, trip computer A e B, rádio CD com MP3 e entrada auxiliar, seis alto-falantes, faróis dianteiros com regulagem elétrica de altura, pré-disposição para fixação de cadeira infantil Isofix, banco do motorista com easy-entry, memória e regulagem de altura, banco traseiro bipartido, retrovisores externos elétricos, função Sport, vidros e travas elétricos, chave canivete com telecomando de abertura e fechamento das portas, Follow me home, comando elétrico de abertura do porta-malas e da tampa de combustível, volante com regulagem de altura, tomada de 12V no console central, rodas de liga leve 15 polegadas, porta-objetos sob o banco do passageiro, nas portas, no encosto dos bancos dianteiros e no console central, entre vários outros itens. Detalhe: tudo isso na versão de entrada!


É verdade que o modelo ganhou o motor do Novo Uno, 1.4 EVO Fire Flex, o que pode ser visto com maus olhos por alguns, mas o fato de ser flex garantirá a popularidade. Essa versão, Cult, custa R$ 39.990 e pode ser equipada com o câmbio automatizado Dualogic. Há ainda as versões Sport Air e Lounge Air, ambas com o motor 1.4 MultiAir e podem ser equipadas com câmbio AUTOMÁTICO de seis marchas Aisin, com trocas sequenciais.


Motor 1.4 com a tecnologia MultiAir: eleito melhor motor do ano na Europa, tem um sistema que atua na abertura das válvulas e pode retardar a admissão do ar. Quando isso acontece, o ar entra com velocidade maior, o que melhora sua mistura com o combustível. Não é flex, tem 105 cv e é entre 10 e 15% mais econômico e com menos emissão de poluentes.
Outra pesquisa feita pela montadora revelou -- o que só a Fiat não sabia -- que o carro era muito caro (começava perto dos R$63.000). Por isso, os rivais mudaram (e cresceram) e o preço diminuiu. Carros "comuns" viraram concorrentes do 500: GM Agile, Renault Sandero, Citroën C3 e VW Fox, todos sem o nível de equipamentos do Fiat, mas um pouco maiores. O preço coloca como concorrente também o próprio Fiat Punto. Fica claro que os rivais não são mais apenas MINI Cooper, Smart ForTwo e VW New Beetle.


O Cinquecento tem como vantagem (sobre alguns concorrentes apenas) a garantia de dois anos e estar participando do Clube L'Unico de vantagens.




Uma tecnologia muito bacana já disponível na Europa chega ao Brasil com "novo" 500, o Eco:Drive. Funciona assim: você pluga seu celular/tablet/pendrive no Blue&Me (sistema multimídia) do carro e você pode saber como economizar combustível e rotas mais eficientes para fazer com o 500, tudo aparecendo em um programa no seu computador ou aplicativo para smartphone. Além disso, você pode participar de redes sociais e divulgar que você é "verde" no Twitter ou no Facebook. Uma maneira legal de incentivar as pessoas a dirigirem de um modo melhor.


Esse é o "novo" 500. A Fiat irá tratá-lo como se nunca tivesse vendido-o por aqui, o que, de fato, parece não ter acontecido. Culpa da montadora, que só mostrou o verdadeiro potencial e tudo que o carro tem agora. Só não entendo uma coisa: por que precisou o modelo começar a ser vendido nos EUA para isso acontecer?
PS: o lançamento foi em Miami e a Fiat nunca foi TÃO americana como ela foi ontem a noite, aliás, ela já parecia uma montadora americana de nascença.



Preços do Fiat 500

  • 500 Cult manual – R$ 39.990 
  • 500 Cult Dualogic – R$ 42.990  
          (Motor 1.4 EVo com 88cv do Novo Uno)

  • 500 Sport Air manual – R$ 48.800 
  • 500 Sport Air automático – R$ 52.800 
  • 500 Lounge Air (só automática) – R$ 54.800  
  • 500 Prima Edizione (série especial da lançamento, limitada a 500 unidades)  – R$ 50.400

          (Motor 1.4 MultiAir, de 105cv)


Lista de Equipamentos, Cores e Revestimentos:
http://download.uol.com.br/carros/equipa_fiat_500_mex.pdf
Fonte: UOL


"Novo" Fiat 500
Agora sim!


Fontes: UOL Carros e Autos Segredos   |   Fotos: Fiat/Divulgação e Autos Segredos
_____________________________________________________________________________________________________________

Montadoras

FIAT (118) CHEVROLET (103) VOLKSWAGEN (92) FORD (63) HYUNDAI (60) KIA (47) NISSAN (47) RENAULT (47) GRUPO FIAT (44) TOYOTA (44) HONDA (41) DODGE (34) CHRYSLER (33) GM (33) PEUGEOT (29) FIAT-CHRYSLER (25) JAC (24) ALFA ROMEO (23) CITROËN (22) LAMBORGHINI (16) FERRARI (15) GRUPO CHRYSLER (14) JEEP (14) CHERY (13) HYUNDAI - KIA (12) PSA (12) MASERATI (11) GRUPO VW (10) RENAULT-NISSAN (10) MERCEDES-BENZ (9) AUDI (7) BMW (6) VOLVO (5) LIFAN (4) OPEL (4) ROSSIN-BERTIN (Vorax) (4) SUZUKI (4) ABARTH (3) MITSUBISHI (3) RAM (3) SAAB (3) ASTON MARTIN (2) BMW-i (2) CADILLAC (2) LANCIA (2) LAND ROVER (2) MG (2) PORSCHE (2) TATA (2) GEELY (1) LINCOLN (1) MAHINDRA (1) MAZDA (1) MINI (1) PAGANI (1) SMART (1)