3 de abr de 2012

Kia Optima enfim chega ao Brasil, sendo uma ótima opção diante de sedãs "sem graça"

O Optima está entre o Cerato e o Cadenza. (Kia Motors/Divulgação)


Finalmente a Kia consegue colocar no mercado brasileiro o seu sedã médio-grande, o Optima. O modelo era esperado para o fim do ano passado, mas surgiram imprevistos, como a grande aceitação em outros mercados (um bom imprevisto, diga-se de passagem) e o aumento do IPI. Mais esportivo que seus concorrentes, o sul-coreano quer muito mais do que você pensa que ele é.

Por conta de seu design jovial e agressivo, o Optima aparenta ser menor e de uma categoria "sem cara de tiozão" como a de Mercedes Classe C e BMW Série 3, concorrentes apontados pela Kia. Porém, a briga acontecerá mesmo com o seu irmão de projeto, o Hyundai Sonata, além do Ford Fusion. Falando em projeto, o Optima é fruto de duas equipes da marca em parceria: a americana e a alemã.

O resultado vai agradar quem não liga muito para linhas que passaram um pouquinho da conta. Sim, o Optima é um carro muito bonito, mas um pouco exagerado também. Porém, é uma alternativa para os sóbrios sedãs desse seguimento e tem tudo para virar sucesso por aqui também, aproveitando a boa onda da Kia.
O Optima possui alguns exageros, como a roda e as lanternas bem maiores do que a parte funcional mas, no geral, agrada. (Kia Motors/Divulgação)
A chegada no modelo aposta nesse visual e na fartura de equipamentos, para compensar a estreia atrasada e um preço que, vamos dizer, não é dos mais baratos. Ar-condicionado digital dual-zone, direção elétrica, rodas aro 18, bancos em couro com ajuste elétrico e memória e sistema multimídia com comandos no volante e entradas para USB e iPod são de série, além de sistema de fixação de cadeirinhas Isofix, ABS com EBD e BAS, controles de tração e estabilidade, Hill Holder (assistente de arrancada em rampas) e seis airbags (o Sonata oferece oito).

Mais barato, sem dúvida, que Mercedes e BMW, o Optima é um pouco caro em comparação com concorrentes mais "abrasileirados": o pacote acima, de entrada, custa R$ 96.900. Há um mais caro, que acrescenta teto solar panorâmico, partida sem chave e faróis xênon por R$ 105.900. O Fusion começa próximo dos 84 mil na tabela, mas pode ser encontrado até por 80.000; há o Malibu, que está esperando nova geração e nunca foi sucesso, com preço sugerido de R$ 99.900, mas que pode ser encontrado com descontos de até 10 mil; e o Sonata, mais próximo, na casa dos 97 mil.
Sobriedade do interior é um choque de filosofia perante o exterior, mas tudo é bem cuidado. (Kia Motors/Divulgação)

Está certo que o Fusion não paga IPI por vir do México, enquanto os outros não têm esse benefício. Em oposição, o Ford está prestes a mudar, assim como o Malibu. Já o Sonata, conta com a sua "mamãe" Hyundai para garantir o sucesso e é um concorrente difícil de ser batido graças à espécie de magia que a marca possui sobre brasileiros. A conclusão é que podemos dizer que o Optima está na média do seguimento, e tem como vantagens ter sido bem aceito no mundo, ser um projeto moderno e atraente.

Outro ponto do modelo em comum com os oponentes é seu motor, de cilindrada bem semelhante. É um Theta II 2.4 16V de quatro cilindros em linha CVVT, a gasolina, que rende 180 cavalos. O câmbio é de seis marchas sequencial, com paddle-shift.

Se o Optima tem tanta coisa em comum com os outros por que comprá-lo? Simples: o diferencial do Kia está simplesmente no design, você quer um sedã sóbrio e sem graça ou esportivo com certos exageros? Responda essa pergunta e você descobrirá se o Optima é para você.


Kia Optima

Fontes: Kia Motors - Divulgação / Quatro Rodas / iCarros / Interpress Motor

Montadoras

FIAT (118) CHEVROLET (103) VOLKSWAGEN (92) FORD (63) HYUNDAI (60) KIA (47) NISSAN (47) RENAULT (47) GRUPO FIAT (44) TOYOTA (44) HONDA (41) DODGE (34) CHRYSLER (33) GM (33) PEUGEOT (29) FIAT-CHRYSLER (25) JAC (24) ALFA ROMEO (23) CITROËN (22) LAMBORGHINI (16) FERRARI (15) GRUPO CHRYSLER (14) JEEP (14) CHERY (13) HYUNDAI - KIA (12) PSA (12) MASERATI (11) GRUPO VW (10) RENAULT-NISSAN (10) MERCEDES-BENZ (9) AUDI (7) BMW (6) VOLVO (5) LIFAN (4) OPEL (4) ROSSIN-BERTIN (Vorax) (4) SUZUKI (4) ABARTH (3) MITSUBISHI (3) RAM (3) SAAB (3) ASTON MARTIN (2) BMW-i (2) CADILLAC (2) LANCIA (2) LAND ROVER (2) MG (2) PORSCHE (2) TATA (2) GEELY (1) LINCOLN (1) MAHINDRA (1) MAZDA (1) MINI (1) PAGANI (1) SMART (1)