30 de mar de 2012

Para manter a liderança: Fiat terá 500 crossover, Qubo, Novo Doblò e picape média

Doblò virá para combater as minivans de sete lugares e mostrar que ficou BEM mais luxuoso. (Fiat/Divulgação)
Se você achava que a Fiat ia "esfriar" a onda de lançamentos que foi bastante intensa nos dois últimos anos, pode "rever seus conceitos", reaproveitando o antigo slogan de comemoração da liderança da marca em vendas no setor. A montadora italiana prepara surpresas que muita gente não tinha ideia que aconteceria, tudo para manter a cobiçada liderança (e realizar alguns sonhos também, como veremos).

O Qubo é de 2009/2010 e tem um interior "adaptável" à nossa realidade, o que facilita sua vinda sem alterações.

Segundo a revista Quatro Rodas de abril, a Fiat prepara para o segundo semestre a chegada inesperada de duas multivans: o Fiorino Qubo (terceira geração do modelo) e a nova geração do Doblò. É, realmente, de se esperar uma alternativa da marca à possível morte do atual Fiorino, com a lei do ABS e do airbag obrigatórios,  o atual painel do Mille não suportaria as novidades. É verdade que utilizar o painel do Palio Fire seria viável e possível, mas se a marca realmente quer andar para frente, o Qubo seria um GRANDE avanço, e chegaria tanto na versão furgão quanto passageiros (!).
Uma das versões do modelo utiliza nomenclatura igual à da Strada: Trekking, é a globalização. (Fiat/Divulgação)


Bem acima dele, chegaria o Novo Doblò, apresentado há dois anos na Europa. O modelo é bem recente para chegar ao Brasil, ainda mais tendo em vista que a reestilização do nosso Doblò aconteceu há pouco tempo, por isso, ele chegaria com um ar (e preço) um pouco mais caro, apenas em versões mais premium e com sete lugares, para se tornar uma alternativa para minivans, não matando o atual Doblò. E é bem verdade que a nova geração pode assumir esse posto, afinal, ela está muito mais requintada.
Sete assentos individuais e porta traseira com dois terços de área envidraçada: o Doblò deixará a aparência de carro para família e trabalho ao mesmo tempo. (Fiat/Divulgação)

Mas as novidades para o Brasil não acabam por aí. Ainda de acordo com a revista, a tão sonhada picape média da Fiat, e que já virou lenda, pode se tornar realidade e, pasmem, não tem nada a ver com a Chrysler. Quatro Rodas diz que a marca se cansou de esperar e, depois de parcerias que não deram certo, pegou uma nova plataforma e equipou o modelo com um motor FPT 2.3 16V diesel (de 127 cv e 30,7 kgfm de torque) usado em Ivecos e Ducato (e vendido para o TAC Stark, "jipinho" brasileiro). A novidade pode chegar no fim do ano mas, tá certo que deve estar guardada a sete chaves, é meio esquisito ninguém ainda ter ouvido falar disso, o que coloca a informação em cheque, apesar de que é bom levar em conta que a revista tem tradição e é confiável.
Veja mais fotos dos novos Fiat Fiorino Qubo & Novo Doblò no Facebook do FVC!
Outro projeto da marca italiana é um SUV/crossover compacto baseado no 500L. Como a Chevrolet terá o seu Enjoy e a Ford o EcoSport, a italiana está se armando para essa briga. Vale lembrar que este é um projeto europeu, portanto, não se sabe se virá para cá, mas as chances são grandes, afinal, a briga dos dois americanos se repetirá aqui (ainda com o Renault Duster) e há tempos a Fiat brasileira busca um candidato para participar dela. Cogita-se de que há um projeto acontecendo em Betim e que, possivelmente, ele deriva da mesma família de projetos que rendeu Novos Uno, Palio e Siena. Mas pode ser que esses dois sejam o mesmo carro, já que pouco se sabe. Porém, é praticamente certeza que a Fiat terá um carro do tipo por aqui.
Projeção do 500X, pelo menos por enquanto, é apenas especulação.
Quanto ao modelo baseado no 500L, ele deve se chamar 500X e deverá seguir alguns traços da minivan da família Cinquecento. O novo projeto será o quinto membro da família, que já conta com o 500, o 500 Abarth (versão esportiva e preparada), 500C (conversível) e 500L (a minivan). Porém, nada deve ser levado com muita certeza ainda. Lá na Europa, o carro substituiria o Sedici, feito em parceria com a Suzuki e daria origem a uma Jeep compacto.

A Fiat está cheia de novidades, sem sombra de dúvida. Eu sou um daqueles que pensou que esse ano seria mais tranquilo para a marca, mas pelo visto, uma reformulação onde ninguém pensava que precisava e, mais ainda, que ninguém sabia que iria acontecer, pode acontecer. O mais intrigante mesmo é a picape média, será que dessa vez vai? E será que a marca conseguiu guardar tão bem o segredo a ponto de ninguém tê-lo visto ainda? É esperar para ver...


Fontes: Quatro Rodas / Car and Driver / MotorDream

Montadoras

FIAT (118) CHEVROLET (103) VOLKSWAGEN (92) FORD (63) HYUNDAI (60) KIA (47) NISSAN (47) RENAULT (47) GRUPO FIAT (44) TOYOTA (44) HONDA (41) DODGE (34) CHRYSLER (33) GM (33) PEUGEOT (29) FIAT-CHRYSLER (25) JAC (24) ALFA ROMEO (23) CITROËN (22) LAMBORGHINI (16) FERRARI (15) GRUPO CHRYSLER (14) JEEP (14) CHERY (13) HYUNDAI - KIA (12) PSA (12) MASERATI (11) GRUPO VW (10) RENAULT-NISSAN (10) MERCEDES-BENZ (9) AUDI (7) BMW (6) VOLVO (5) LIFAN (4) OPEL (4) ROSSIN-BERTIN (Vorax) (4) SUZUKI (4) ABARTH (3) MITSUBISHI (3) RAM (3) SAAB (3) ASTON MARTIN (2) BMW-i (2) CADILLAC (2) LANCIA (2) LAND ROVER (2) MG (2) PORSCHE (2) TATA (2) GEELY (1) LINCOLN (1) MAHINDRA (1) MAZDA (1) MINI (1) PAGANI (1) SMART (1)