8 de ago de 2013

Fiat escolhe a opção mais barata (e cansada)

Palio Fire vai ficar no lugar do Mille; Veja o que a montadora prepara para o Uno

Palio Fire: solução cansada e prejudicial à imagem. (Autos Segredos)

Da última vez que falamos sobre o sucessor do Mille, a Fiat parecia estar em dúvida entre reestilizar o Palio Fire ou baratear o Novo Uno. Parece que ela já se decidiu: escolheu a opção mais barata e cansada. A informação é do Autos Segredos, que divulgou flagras do projeto de 1996 em testes com mudanças visuais. E quanto ao Uno? A vida segue para o hatch menor, que deve ganhar um motor três cilindros e um tapa no visual em 2014.

É uma pena que a Fiat tenha decidido seguir esse caminho. O Palio Fire tem suas origens em 1996, pois o modelo de então apenas foi reestilizado até chegar em sua segunda geração, lançada em 2011. O que é vendido atualmente como Palio Fire Economy é conhecido como Palio III, já que o quarto sofreu alta rejeição. Não há dúvidas: se trata de um carro cansado (o Palio III data de 2004), mas que ainda pode ter um certo fôlego, além de ser um projeto completamente pago. Isso não deixa de ser algo ruim para a imagem da Fiat, já que a montadora possui em sua própria gama opções mais modernas e que poderiam muito bem atender a necessidade da situação atual (sim, estou falando do Uno).

Para piorar, não deve se confirmar a informação de que o modelo sofrerá 85% de alterações, pelo contrário, ganhará apenas uma nova grade com filetes horizontais (possivelmente cromados, para simular algo parecido com o próprio Novo Palio, Grand Siena, Punto e companhia) e o interior que já era seu. Explico: ao se tornar Fire, este Palio abandonou o interior mais requintado que foi apresentado com ele, em 2004, para utilizar o do segundo Palio, mais simples. Agora, a Fiat vai colocar esse interior de volta, deixando-o semelhante ao Siena EL. Mais mudanças? Não, nem mesmo no caso dos para-choques.

Uma coisa é certa: esse visual do Palio agradou tanto os brasileiros que está sendo produzido até os dias de hoje. (Autos Segredos)


Dentro da Fiat, o projeto foi apelidado de Palio Mille, como mostrou o FVC na Start&Stop, mas o nome deve se manter Palio Fire Economy quando chegar ao mercado. A união de Novo Palio e velho Palio nas vendas deve se manter e, com isso, o Uno -- que já não vai muito bem ultimamente, cedendo o segundo lugar da tabela para o Palio diversas vezes -- deve dar adeus ao posto de carro-chefe da marca, como o FVC já havia sugerido aqui.

Não se deve negar que é uma estratégia estranha essa da Fiat. Cada vez mais a montadora tem candidatos à vaga de carro-chefe: Palio, Uno, futuro city-car. O Uno parecerá meio 'jogado' na gama da marca, já que ele não será barato suficiente para o segmento de entrada nem de porte suficiente para concorrer na faixa de Gol, HB20, Etios e Ka (que crescerá), muito mais 'adequados' a concorrer com o Novo Palio. E depois vêm Punto e Bravo, com o Cinquecento sendo uma alternativa a eles.

Além disso, teoricamente, o Palio Fire tem um porte maior do que o Uno, porém, por ser um projeto mais antigo, ficará em uma posição ainda mais inferior ao carro da filosofia de quadrados redondos. Vale citar: hoje, o Palio Fire começa nos R$ 24.270, o Mille nos R$ 22.230, o Novo Uno nos R$ 26.140 e o Novo Palio nos R$ 31.190. Na concorrência: o Gol G4 (que deve sair de linha) parte dos R$ 25.420, o Novo Gol nos R$ 27.920 e o Fox nos R$ 31.840; o Nissan March começa em R$ 27.690; o HB20 tem como preço inicial R$ 33.295; o Toyota Etios sai por R$ 29.190; e na Chevrolet, o Celta custa R$ 25.040 e o Onix R$ 31.290. Porém, o volume de vendas de algum desses carros são baixos nas versões de entrada, como o Novo Gol, já que a VW costuma retirar muitos equipamentos para baixar o preço sugerido e deixá-lo mais atraente.


Uno ganhará motor três cilindros


Mas a Fiat também prepara mudanças para o Uno. Segundo o Autos Segredos, elas devem chegar no segundo semestre de 2014. O modelo passará por seu primeiro facelift, ganhando novidades nos faróis, para-choques e grade, mas nada muito pesado. A grande novidade, porém, não será tão visível: o carro ganhará um novo motor 1.0, entrando na moda dos três cilindros, como Fox e HB20. A Fiat poderia utilizar o 0.9 MultiAir, que ainda segundo o blog já estava pronto, mas decidiu desenvolver esse outro propulsor, um projeto brasileiro. Resta saber se será a injeção de ânimo necessária, porque o motor Fire EVO dá sinais de cansaço tanto quanto o Palio Fire.

Novo Uno: numa categoria que passa por mudanças. (Autos Segredos)




Com informações do Autos Segredos.


Montadoras

FIAT (118) CHEVROLET (103) VOLKSWAGEN (92) FORD (63) HYUNDAI (60) KIA (47) NISSAN (47) RENAULT (47) GRUPO FIAT (44) TOYOTA (44) HONDA (41) DODGE (34) CHRYSLER (33) GM (33) PEUGEOT (29) FIAT-CHRYSLER (25) JAC (24) ALFA ROMEO (23) CITROËN (22) LAMBORGHINI (16) FERRARI (15) GRUPO CHRYSLER (14) JEEP (14) CHERY (13) HYUNDAI - KIA (12) PSA (12) MASERATI (11) GRUPO VW (10) RENAULT-NISSAN (10) MERCEDES-BENZ (9) AUDI (7) BMW (6) VOLVO (5) LIFAN (4) OPEL (4) ROSSIN-BERTIN (Vorax) (4) SUZUKI (4) ABARTH (3) MITSUBISHI (3) RAM (3) SAAB (3) ASTON MARTIN (2) BMW-i (2) CADILLAC (2) LANCIA (2) LAND ROVER (2) MG (2) PORSCHE (2) TATA (2) GEELY (1) LINCOLN (1) MAHINDRA (1) MAZDA (1) MINI (1) PAGANI (1) SMART (1)