26 de mar de 2012

Dart no Brasil: parece que o mistério foi resolvido

Num primeiro momento, o Dart será Dodge e mostrará do que a Fiat é capaz de fazer. (Chrysler/Divulgação)
O Dodge Dart é um modelo misterioso desde o primeiro flagra. Mistério maior ainda, só se ele viria ao Brasil, e com que marca. Fiat e Chrysler juraram de pés juntos que o modelo seria muito caro para vir para cá, ainda mais como Fiat. Porém, parece que mais essa novela acabou e informações podem responder certas perguntas acerca da vinda do modelo.

Parece que a história de o Dart ser caro demais,
ficou para trás. (Chrysler/Divulgação)

Sim, o Dart virá ao Brasil. O UOL Carros teve acesso à informações que confirmam a vinda do modelo, mas diferente do que diz a reportagem deles, o carro não deve chegar em um mês. Primeiro porque ele ainda não está à venda nem nos EUA, onde chega no segundo trimestre. Segundo porque um processo de homologação não é tão rápido assim e, segundo Autos Segredos, esse processo ainda nem foi iniciado.

A motivação da vinda do sedã está no diretor geral da Chrysler Brasil, Sérgio Ferrerira. Segundo o Autos Segredos, a vinda do Dart é um sonho dele. Com isso, podemos chegar à conclusão de que o Dart não será vendido sob marca Fiat, pelo menos não por enquanto. Além disso, a Chrysler procura volume de vendas, e o Dodge pode ser perfeito para isso.

Acabamos aqui o lado Chrysler/Dodge da história.

O lado da Fiat
Sim, a Fiat terá um sedã médio produzido em sua nova fábrica, em Pernambuco. E sim, esse modelo poderá ser o Dart. Isso, porém, só acontecerá em 2014, que é quando a fábrica ficará pronta. Até lá, nos bastidores, a marca italiana divulgará com força que o Dart é um filhote dela, e que é muito bom (o que é verdade). Em resumo, será uma mãe orgulhosa do filho e não esconderá isso de ninguém.
A Fiat gosta do Dart: tem alguém que não? (Chrysler/Divulgação)

Outra coisa que acontecerá até lá, é o Siena -- que herda sim traços do Dart -- ir tomando o lugar do Linea aos poucos, é por isso que foi cogitada uma versão 1.8 para o novo sedã dentro da marca. Até a chegada do Dart, portanto, poderemos esperar a morte do Linea, que não deve receber uma atualização no Brasil, como em outros mercados acontecerá, e aquela aposta da marca no modelo deixou de existir pelo jeito.

Essa pode ser a versão da Fiat, que será apresentada no
Salão de Pequim e chegará primeiro na China.
Quando 2014 chegar, o Dart ganhará sua versão Fiat (que não utilizará o nome Linea), e algumas pequenas mudanças, bem pequenas mesmo, é a volta da estratégia Journey/Freemont. Com isso, neste ano o Dart virá em sua versão Dodge com um motor potente (como o 2.4, de 184 cavalos), para mostrar o que a Fiat consegue fazer. Já a sua variante italiana, mais tarde, será menos nervosa, com o motor 1.4 MultiJet (ou, por mera questão de marketing, já que o brasileiro não vê com bons olhos carros médios com motores menores, o 2.0 Tigershark, já que os dois têm potência semelhante).

Eu só faço uma pergunta à Fiat: até lá esses planos não estarão um pouco defasados? O Dart poderá perder seu brilho e o Siena, que tentou seguir o estilo do Dodge, pode estar no mesmo patamar. Não era melhor agir agora?



Fontes: UOL Carros / Autos Segredos

Montadoras

FIAT (118) CHEVROLET (103) VOLKSWAGEN (92) FORD (63) HYUNDAI (60) KIA (47) NISSAN (47) RENAULT (47) GRUPO FIAT (44) TOYOTA (44) HONDA (41) DODGE (34) CHRYSLER (33) GM (33) PEUGEOT (29) FIAT-CHRYSLER (25) JAC (24) ALFA ROMEO (23) CITROËN (22) LAMBORGHINI (16) FERRARI (15) GRUPO CHRYSLER (14) JEEP (14) CHERY (13) HYUNDAI - KIA (12) PSA (12) MASERATI (11) GRUPO VW (10) RENAULT-NISSAN (10) MERCEDES-BENZ (9) AUDI (7) BMW (6) VOLVO (5) LIFAN (4) OPEL (4) ROSSIN-BERTIN (Vorax) (4) SUZUKI (4) ABARTH (3) MITSUBISHI (3) RAM (3) SAAB (3) ASTON MARTIN (2) BMW-i (2) CADILLAC (2) LANCIA (2) LAND ROVER (2) MG (2) PORSCHE (2) TATA (2) GEELY (1) LINCOLN (1) MAHINDRA (1) MAZDA (1) MINI (1) PAGANI (1) SMART (1)