9 de jul de 2012

Atualizações sobre o Ônix, novo hatch da Chevrolet: não é hora de dizer adeus ao Celta

O Ônix tem quê de um de seus maiores rivais: o Volkswagen Gol. (Autoesporte)

A Chevrolet está entrando na reta final do projeto do Ônix, seu novo hatch (essa frase fica cada vez mais popular, já que a marca lança um novo hatch de cinco em cinco meses), mas que também terá um derivado sedã. Com isso, novidades começam a aparecer: a Autoesporte teve acesso a informações que possibilitaram fazer estas projeções da versão hatch, por exemplo. Mas quem disse que todas elas são boas? A Chevrolet ataca novamente, e não irá aposentar o Celta não pelo andar da carruagem.

O que tudo indica a partir de agora é que o Ônix Hatch será posicionado acima do Celta (que continuaria em linha), substituindo apenas o Corsa. Mas espera aí, GM, não era o Agile que iria substituir o Corsa aos poucos? Pelo menos, podemos esperar uma morte: a gama da marca não suportaria mais um sedã (lembre-se que há o Classic, Prisma, Corsa Sedã, Cobalt, Sonic Sedã, Cruze, Malibu e Omega -- esqueci de algum?), por isso, quem vai embora é o Prisma, provavelmente em setembro, dando lugar ao Ônix Sedã.

Outra atualização que surgiu foi quanto ao nome da família de compactos. Se no último post sobre o assunto, o UOL Carros dizia qua havia grandes chances de mudar, a Autoesporte diz que já foi registrado domínio para sites e patenteado Ônix mesmo, se tornando pouco provável uma alteração neste campo. Como nós já sabemos, quando há registro de domínio na internet é porque é muito provável que o nome registrado no domínio seja o definitivo, como aconteceu com a própria minivan Spin. Então, se acostume com Ônix.

Quanto ao design, pode-se dizer que ele é bem agradável, mas nada revolucionário. Eu considero melhor até que o do Agile e sem comparação perante ao Cobalt. Não é um Sonic, mas está quase lá. A frente tem faróis a la Kia Optima e uma grade um pouco mais elevada do que o restante, o que é um pouco estranho (mas, ei, um Chevrolet nacional sem estranheza ultimamente não é um Chevrolet, não é mesmo?). A silhueta, no geral, realmente lembra a do Gol, com o mesmo porte, o que já tinha sido destaque aqui no FVC.

A traseira até lembra o Cruze Sport6, com uma lanterna que também remete um pouco ao rival da Volkswagen. É tudo muito sóbrio e aparentemente simples, mas, como disse, é agradável ao olhos, longe da bizarrice que se chama Cobalt (aquilo é uma poluição visual), companheiro de plataforma. Se conseguimos desvendar um pouco do design, o interior, porém, continua um mistério. Só se sabe que seguirá os últimos lançamentos da marca e na versão top será disponibilizada uma tela multimídia (o que nem Cobalt e Sonic têm).

O Ônix parece ter mais acertos do que erros, deve-se admitir. O maior aspecto negativo do carro é ele não conseguir matar um semelhante que está super defasado e ficará ainda mais. Para uma marca que diz (e quer) estar se renovando, não dar um fim no Celta é um tremendo passo para trás.
Não matar o Celta é o maior aspecto negativo do Ônix, que chega no Salão. (Autoesporte)

[AUTOESPORTE / UOL CARROS / CHEVROLET]


Montadoras

FIAT (118) CHEVROLET (103) VOLKSWAGEN (92) FORD (63) HYUNDAI (60) KIA (47) NISSAN (47) RENAULT (47) GRUPO FIAT (44) TOYOTA (44) HONDA (41) DODGE (34) CHRYSLER (33) GM (33) PEUGEOT (29) FIAT-CHRYSLER (25) JAC (24) ALFA ROMEO (23) CITROËN (22) LAMBORGHINI (16) FERRARI (15) GRUPO CHRYSLER (14) JEEP (14) CHERY (13) HYUNDAI - KIA (12) PSA (12) MASERATI (11) GRUPO VW (10) RENAULT-NISSAN (10) MERCEDES-BENZ (9) AUDI (7) BMW (6) VOLVO (5) LIFAN (4) OPEL (4) ROSSIN-BERTIN (Vorax) (4) SUZUKI (4) ABARTH (3) MITSUBISHI (3) RAM (3) SAAB (3) ASTON MARTIN (2) BMW-i (2) CADILLAC (2) LANCIA (2) LAND ROVER (2) MG (2) PORSCHE (2) TATA (2) GEELY (1) LINCOLN (1) MAHINDRA (1) MAZDA (1) MINI (1) PAGANI (1) SMART (1)