30 de dez de 2013

9 flops e decepções de 2013


Não poderia faltar na Retrospectiva do FVC as grandes decepções e os grandes flops (fracassos) do ano. Você vai ver que muita coisa está ligada à lei de obrigatoriedade do airbag e do ABS, e nem tinha como ser diferente. Digamos que o Brasil não é exemplo em segurança automotiva e, com as palhaçadas e particularidades típicas de nosso país, não é difícil conectar os pontos e descobrir por que grande parte das decepções do ano têm (muito) a ver com esse tópico. Porém, lançamentos e projetos também são destaques dignos de deixar muita gente chateada. Confira a seguir.


9) Fiat não faz alterações no Uno...


A Fiat lançou logo no primeiro trimestre de 2013 o modelo 2014 do Novo Uno, acabando com as dúvidas de se o carro ganharia sua reestilização ainda esse ano ou em 2014. A grande decepção foi por conta da passividade com que a marca italiana viu o seu modelo ser passado pelo Palio e ter uma queda em suas vendas em vários meses, desde 2012. A montadora não mexeu no pacote de equipamentos do hatch e, infelizmente, denunciava a próxima decepção da lista. Veja o post.


8) ...e escolhe a opção mais barata (e cansada)


Esse post foi a confirmação de que, em 2014, a Fiat continuaria com o Palio Fire. O modelo, o mais antigo na gama da montadora depois de seu irmão Mille (com um projeto de 1996) poderia muito bem aproveitar o fim deste e também sair de linha. Só que a montadora adotou uma linha de raciocínio decepcionante: vai manter ele e o Uno, que cada vez parece ficar mais perdido na gama da marca, quando o segundo sozinho faria muito mais sentido em todos os pontos de vista, a não ser no do lucro Brasil. Veja o post.


7) Planos da Kia não se concretizam


Durante o lançamento do Novo Cerato, a Kia prometeu uma série de novidades para 2013. A grande decepção se deu pelo fato da marca não conseguir cumprir as suas promessas: Quoris, nova Carens, facelift do Optima, novo Koup e, principalmente, Cerato Hatch não desembarcaram por aqui. Será que, com isso, podemos realmente esperar a nova geração do Soul para o primeiro trimestre, como diz o post?


6) Agile e Clio dão vexame no Latin NCAP


Esses dois modelos decepcionaram (e muito) no Latin NCAP: obtiveram ZERO estrela e evidenciaram o flop que é a segurança dos carros latino-americanos. Não é a toa que quatro dos nove itens dessa lista falam sobre isso. Projetos ultrapassados, Clio e Agile são exemplos de carros mortais e decepcionantes. Veja o post.


5) Santana é cancelado pela VW do Brasil


Ninguém esperava que a Volkswagen cancelasse um projeto como o do Santana, porém, bem como o FVC publicou em 2012, o modelo era muito simples e por isso floppou nas clínicas, ou seja, antes do lançamento, durante a análise de potenciais compradores. Ainda assim, foi uma decisão ousada da marca que, com certeza, decepcionou uma legião de fãs do modelo. Veja o post.


4) Alfa Romeo não volta ao Brasil


Tudo bem, tudo bem... A volta em 2013 não era fato, mas parecia estar bem próxima de acontecer. Flagras foram feitos, suposições faziam sentido, declarações animavam e... mais uma vez a Alfa Romeo não retornou ao Brasil. A decepção é enorme e indescritível, e a Fiat sabe disso muito bem, mas floppa ao não dar um jeito de vender os modelos por aqui. Fiat, Chrysler ou seja lá quem estiver no comando, SE VIREM e, por favor, tragam a Alfa de volta logo, de preferência em 2014. Obrigado. Veja o post.


3) HB20 não muda padrão de segurança dos carros brasileiros


3 estrelas? Empatar com Gol e Palio, projetos mais antigos e sem a mesma ambição de revolução? Não, isso não era suficiente para o HB20, o carro "sem igual", o popular da Hyundai. Os sul-coreanos fizeram tanta propaganda mas falharam no item que mais poderia consagrar o hatch deles como um carro de entrada de outro nível, com o tão sonhado título de Honda Fit pelo preço de VW Gol. Nos testes de fim de ano, o modelo melhorou (subiu de três para quatro estrelas) mas ainda não dá para fazer propaganda dizendo que ele tem a nota máxima em testes de segurança né, Hyundai? Veja o post.


2) Montadoras se defendem de acusações de morte e culpam o Brasil


Foi decepcionante ver como as montadoras responderam as sérias questões levantadas pelo The New York Times. Elas praticamente deixaram claro que não estão nem aí com o nível de segurança de nossos carros, que o que importava mesmo era seguir os padrões nulos de segurança impostos pelo governo. E mais do que isso: botaram a culpa nos cidadãos brasileiros e em nosso governo. Veja o post.


1) Brasil anda para trás mais uma vez e quase adia obrigatoriedade de airbag e ABS


E mesmo com a atitude por parte das montadoras descrita acima, o governo adora bajulá-las, não é mesmo? Isso foi o cúmulo do ano. Demonstrou uma falta de seriedade por parte do governo e pegou muito mal. Fizeram toda uma palhaçada aos 45 do segundo tempo e não conseguiram nada. Quer dizer, conseguiram manchar várias imagens nesse período (espera-se que não esqueçamos tudo tão cedo). E, quase, mais uma vez, ficamos com padrões nulos de segurança por mais tempo. Se as montadoras não estão muito preocupadas e, aparentemente, o governo também não, estamos perdidos. Veja o post.

E para você, quais foram as maiores decepções e fracassos de 2013? Deixe nos comentários!



Montadoras

FIAT (118) CHEVROLET (103) VOLKSWAGEN (92) FORD (63) HYUNDAI (60) KIA (47) NISSAN (47) RENAULT (47) GRUPO FIAT (44) TOYOTA (44) HONDA (41) DODGE (34) CHRYSLER (33) GM (33) PEUGEOT (29) FIAT-CHRYSLER (25) JAC (24) ALFA ROMEO (23) CITROËN (22) LAMBORGHINI (16) FERRARI (15) GRUPO CHRYSLER (14) JEEP (14) CHERY (13) HYUNDAI - KIA (12) PSA (12) MASERATI (11) GRUPO VW (10) RENAULT-NISSAN (10) MERCEDES-BENZ (9) AUDI (7) BMW (6) VOLVO (5) LIFAN (4) OPEL (4) ROSSIN-BERTIN (Vorax) (4) SUZUKI (4) ABARTH (3) MITSUBISHI (3) RAM (3) SAAB (3) ASTON MARTIN (2) BMW-i (2) CADILLAC (2) LANCIA (2) LAND ROVER (2) MG (2) PORSCHE (2) TATA (2) GEELY (1) LINCOLN (1) MAHINDRA (1) MAZDA (1) MINI (1) PAGANI (1) SMART (1)