28 de dez de 2011

Opostos da nova Chevrolet: a nova minivan e o mini-Captiva são os mais novos exemplos

Sonic vs. Cobalt: design vs. linhas baratas.
Não é segredo para ninguém que a Chevrolet prepara grandes novidades para o ano que vem. A marca colocou como "meta", em 2012, ter toda a sua gama renovada. Se por um lado isso é mais do que bom, afinal, daremos adeus a carros tão defasados, por outro, a marca escancará opostos em sua nova gama

Dois grandes projetos com lançamentos programados para o ano que vem aí atendem pela minivan substituta de Meriva e Zafira de uma só vez e o SUV compacto, para brigar com EcoSport e Duster, chamado pela imprensa de mini-Captiva, por sua semelhança com o carro de categoria superior que virou sucesso.
Nos EUA sob a marca Buick, o mini-Captiva faz parte da "Chevrolet rica".
É claro que haverá muito mais lançamentos: nova S10 (que provavelmente manterá o mesmo nome), Cruze hatch, Sonic (que tem uma relação de amor com o Brasil), Agile com câmbio automatizado, a minivan nova (chamada de projeto PM7), Cobalt com motor 1.8 e câmbio automático, um novo hatch de entrada (projeto Ônix), nova Blazer, o mini-Captiva, o "New Captiva" e o "New Malibu", nessa ordem, segundo o Autos Segredos.

Com as novidades, a GM mostra que quer mudar e tirar a fama de obsoleta de sua imagem, e isso, como já falado, é super importante. O problema serão os contrastes provocados entre a Chevrolet e a "Chevrolet emergente" que serão vistos em seus carros: Sonic e Agile, um bonito e outro estranho, assim como Sonic Sedan e Cobalt. O que falar então do Ônix e Celta? Ou ainda do Classic?

Os projetos "globais-emergentes" irão se tornar ainda mais esquisitos quando colocados lado a lado com os modelos globais de fato, ou você acha que o Cruze combina com o Cobalt, que tem aquela frente medonha? Imagine então o contraste provocado entre a "família Captiva" e essa tal nova minivan, que vai mais para o lado da "família Agile", com linhas simples que geram peças baratas? Compare então a Monstrana com a nova S10.
Nova minivan da marca: "a Zafira atual vai deixar saudades", segundo fonte da Quatro Rodas. Estou com medo.
Há quem pense que design nem sempre é tão importante, e isso é verdade em alguns poucos casos dentro da montadora (como o Mille para a Fiat ou a Courrier para a Ford). Mas você dividir a linha de uma marca inteira em duas ramificações é tão ruim quanto deixar todos os Volkswagen iguaizinhos. Apenas colocar a grade dividida em todos os modelos não bastará para fundir as duas correntes.

A Chevrolet corre o risco de ficar marcada por ter dois tipos de linhas em suas concessionárias, uma de carros baratos (e com essa aparência), e a outra de carros que são evoluções dos da antiga Chevrolet. E o pior é que esses dois tipos seguem designs diferentes dentro de uma mesma identidade, portanto, a própria marca irá "entregar" essa divisão.

O designer da Ferrari/Maserati, ou seja, uma pessoa que entende do assunto, uma vez disse que "se você colocar todos os modelos [de uma marca] dentro de um showroom, eles devem se se 'encaixar'", problema com que a Chevrolet deve conviver daqui para frente, já que a linha emergente não está em sintonia com os projetos vindos de fora. 
Nova S10 vs. Montana: sofisticação e imponência vs. bizarrice e estranheza.


Fontes: Quatro Rodas  |  Autos Segredos

Montadoras

FIAT (118) CHEVROLET (103) VOLKSWAGEN (92) FORD (63) HYUNDAI (60) KIA (47) NISSAN (47) RENAULT (47) GRUPO FIAT (44) TOYOTA (44) HONDA (41) DODGE (34) CHRYSLER (33) GM (33) PEUGEOT (29) FIAT-CHRYSLER (25) JAC (24) ALFA ROMEO (23) CITROËN (22) LAMBORGHINI (16) FERRARI (15) GRUPO CHRYSLER (14) JEEP (14) CHERY (13) HYUNDAI - KIA (12) PSA (12) MASERATI (11) GRUPO VW (10) RENAULT-NISSAN (10) MERCEDES-BENZ (9) AUDI (7) BMW (6) VOLVO (5) LIFAN (4) OPEL (4) ROSSIN-BERTIN (Vorax) (4) SUZUKI (4) ABARTH (3) MITSUBISHI (3) RAM (3) SAAB (3) ASTON MARTIN (2) BMW-i (2) CADILLAC (2) LANCIA (2) LAND ROVER (2) MG (2) PORSCHE (2) TATA (2) GEELY (1) LINCOLN (1) MAHINDRA (1) MAZDA (1) MINI (1) PAGANI (1) SMART (1)