20 de dez de 2011

Retrospectiva: Primeiras Impressões dos Lançamentos de 2011 [1º Semestre]

Em 2011, o mercado brasileiro ganhou grandes lançamentos que deram o que falar. O FVC não falou profundamente de todos, mas os mais importantes (ou populares) ganharam destaque na seção Primeiras Impressões, que descreve a opinião do blog ao ver os novos modelos pela primeira vez.

Para quem não acompanhou, quer rever ou não viu todas, o blog faz uma Retrospectiva agora. Nessa primeira parte, os dois lançamentos abordados no 1º semestre: Peugeot 408 e Novo Renault Sandero.

Veja toda a Retrospectiva de Lançamentos de 2011:
1º Semestre          |         2º Semestre / Parte 1          |         2º Semestre / Parte 2 

Os franceses (e japoneses) da Renault-Nissan cresceram bastante, como já vimos nesse post. Mas e a Peugeot? A marca também é francesa e não vai tão bem das pernas como a conterrânea Renault, apesar de não ser nada tão ruim. O começo do ano marcou o lançamento do sedã 408 para a marca, que substituiu o (desarmonioso) 307.

No lançamento, o blog falou que as chances do novo sedã eram melhores contra o seu rival da Renault, o Fluence. O sedã da Peugeot começou feio nas vendas assim como o da marca do diamante, só que o rival está conseguindo surpreender ultimamente, com vendas de 1.500 para cima. Com isso, o Peugeot ficou com sensação de fracasso que, como mostra o post, não é tão justa assim.
Peugeot 408  
"A Peugeot evoluiu diante do 307 Sedan, um carro sem graça, e oferece um sedã maior (que os concorrentes), barato e completo, uma boa opção."
O outro lançamento abordado no 1º semestre foi o do Novo Renault Sandero, um dos responsáveis pelo grande crescimento da marca no nosso país em 2011. Na ocasião, o FVC disse que o compacto premium francês estava mais aceitável visualmente, e buscava se alinhar de uma forma melhor com os carros e a identidade europeia da Renault, já que lá ele é vendido por outra marca, a Dacia, ganhando um ar mais europeu.

Junto com o ar europeu, veio também um reposicionamento que começava a acontecer graças à versões mais caras. Aliás, uma coisa que se é de parabenizar é a "versatilidade" de preços e categorias em que o Sandero consegue concorrer. Se formos pegar Fiat e Volkswagen para um exemplo, o hatch da Renault atinge desde Palio e Gol até Punto e Polo, apesar de teoricamente ser da segunda categoria.

Renault Sandero  
" Seu único ponto fraco é o visual, e é aí que seus concorrentes (a maioria) se baseiam. Ele já venceu esse tipo de briga (olha aí o Punto), será que ele vence de novo? "

Nos vemos amanhã, com a primeira parte da Retrospectiva no 2º semestre de 2011!

______________________________________________________________________________________

Montadoras

FIAT (118) CHEVROLET (103) VOLKSWAGEN (92) FORD (63) HYUNDAI (60) KIA (47) NISSAN (47) RENAULT (47) GRUPO FIAT (44) TOYOTA (44) HONDA (41) DODGE (34) CHRYSLER (33) GM (33) PEUGEOT (29) FIAT-CHRYSLER (25) JAC (24) ALFA ROMEO (23) CITROËN (22) LAMBORGHINI (16) FERRARI (15) GRUPO CHRYSLER (14) JEEP (14) CHERY (13) HYUNDAI - KIA (12) PSA (12) MASERATI (11) GRUPO VW (10) RENAULT-NISSAN (10) MERCEDES-BENZ (9) AUDI (7) BMW (6) VOLVO (5) LIFAN (4) OPEL (4) ROSSIN-BERTIN (Vorax) (4) SUZUKI (4) ABARTH (3) MITSUBISHI (3) RAM (3) SAAB (3) ASTON MARTIN (2) BMW-i (2) CADILLAC (2) LANCIA (2) LAND ROVER (2) MG (2) PORSCHE (2) TATA (2) GEELY (1) LINCOLN (1) MAHINDRA (1) MAZDA (1) MINI (1) PAGANI (1) SMART (1)